Dreamgirls (Londres, Savoy 2017)

Dreamgirls estreou na Broadway em 1981 e tornou-se instantaneamente num musical clássico. Henry Krieger assina a música e Tom Even o argumento e as letras (book e lyrics). O argumento e as personagens são inspirados em grandes nomes da soul e do R&B dos anos 60. Effie White é um cantora talentosa que singra num grupo feminino antes de se lançar com sucesso numa carreira a solo. As aspirações individuais e as exigências do musical business entram em colisão na história das Dreamgirls, que tem vários pontos em comum com a história das Supremes. Vi este espetáculo com Marisha Wallace como Effie White, substituindo Amber Riley. Mas Marisha parou o show nos seus principais números. Nunca esquecerei esta interpretação de antologia, que me fez soltar algumas lágrimas. Aliás, sem a sua personagem e a sua interpretação que seria deste musical? Ela é a faísca e o nervo de um musical que alterna até a exaustão números de backstage e outros on stage. Esta produção do West End é recente (2016) e tem direção e coreografia de Casey Nicholaw. Londres Savoy Theatre 4/5

Sem comentários:

Enviar um comentário