Expo: Queer British Art 1861-1967 (Tate Britain, 2017)

Sappho and Erinna in a Garden at Mytilene (Simeon Solomon, 1864)
Uma excelente exposição de interesse mais histórico do que artístico. Durante o período a que se refere a exposição, o amor homossexual podia levar dois homens para a cadeia, e ser alvo de descriminação para duas mulheres amantes. No entanto, abundam nesse mesmo período obras que discutem a norma heterossexual da época e também muitos artistas que não vivem a sua vida afetiva e sexual segundo essa norma. Nesse sentido a exposição da Tate Britain não deixa dúvidas quanto à existência dessas obras e vivencias revolucionárias. Muitos dos artistas eram para mim desconhecidos, alias bastantes obras apresentadas nao são marcantes. No entanto, são obras com uma importância social e cultural indesmentíveis, que refletiram destinos individuais que abriram novas perspetivas para o futuro. Excelente. Londres, Tate Britain 5/5

Sem comentários:

Enviar um comentário