Working Girls (Dorothy Arzner, 1931)

Uma pensão de mulheres com um controlo apertado do seu comportamento fora e dentro da pensão. O único modo de escapar à vida vigiada da pensão, é casar, de preferência com um homem bem acima da sua condição. E é isso que duas irmãs vão conseguir, depois de algumas peripécias. Uma comédia ligeira do início do cinema sonoro. Paris 2,5/5

Sem comentários:

Enviar um comentário