Merrily We Go to Hell (Dorothy Arzner, 1932)

Antes do ciclo da Cinémathèque dedicado a Dorothy Arzner, nunca tinha ouvido falar desta importante realizadora que trabalhou para os estúdios de Hollywood nos anos 20 e 30. Portanto, é o primeiro filme que vejo dela e fiquei de imediato conquistado. Merrily We Go to Hell é uma comédia dramática sobre um grande amor entre um jornalista, e dramaturgo frustrado (Fredric March), e a herdeira de um grande industrial (Sylvia Sidney). O casamento deles atravessa tempestades (alcoolismo, infidelidades, adultério consentido) mas chega a bom porto. Uma bela história de amor, sublimada por grandes atores. Paris 3,5/5

Sem comentários:

Enviar um comentário