The Iron Giant (1999)

O Gigante de Ferro é uma obra-prima do cinema de animação. Na verdade, nunca tinha ouvido falar do filme. O que falta muitas vezes nas atuais produções é o melhor deste filme da Warner: um argumento original e pouco infantil. Tudo começou com um romance (1968) do grande poeta britânico Ted Hughes inicialmente intitulado Iron Man, depois mudado para The Iron Giant. Trinta anos depois a Warner produz uma adaptação genial (mas não literal) do romance, realizada pelo estreante Brad Bird. Um gigante de ferro que parece um robot (mas reflecte, conhece emoções e fala) chega à Terra vindo do espaço. Um rapaz torna-se seu amigo, mas quando as autoridades tomam conhecimento dos estragos provocados pelo gigante, uma caça ao monstro é desencadeada. Claro que esta história lembra o ET de Spielberg e outros filmes dos anos 80 (Starman), mas também pensei nos filmes de animação britânicos dos anos 70/80 que se preocupavam com as questões ecológicas e com as consequências das armas nucleares. Um clássico. Paris 5/5

Sem comentários:

Enviar um comentário