Park Chan-wook : Mademoiselle (2016)

Park Chan-wook adapta um romance britânico (de Sarah Waters, 2002) e apresenta um thriller erótico polvilhado de muito sadismo. Uma jovem vai ser criada pessoal de uma mulher rica, que vive fechada numa mansão na Coreia durante a ocupação japonesa nos anos 30. O objetivo da criada, e de um seu comparsa, é ficar com a fortuna desta família rica e excêntrica. O filme tem a beleza imponente dos filmes de Chen Kaige, e a história cheia de curvas segue-se com surpresa e prazer, mas é um prazer que termina assim que o filme acaba. Tantas surpresas no argumento cansam-me e é daqueles filmes que dificilmente voltarei a ver. Paris 3/5

Sem comentários:

Enviar um comentário