Cinema de animação: os meus preferidos de 2016

Em 2016, vi muitos e bons filmes de animação. Foram sobretudo filmes de autor (do russo Garri Bardine, do japonês Mamoru Hosoda e dos franceses Jean-François Laguionie e Sébastien Laudenbachenquanto os filmes dos grandes estúdios foram descobertas do passado (a excepção é The Secret Life of Pets).
The Iron Giant (EUA, 1999) 
A Bela Adormecida (EUA, 1959) 
Le Vilain petit canard (Rússia, 2010)
O Rapaz e o Monstro (Japão, 2015) 
An American Tail (Fievel) (EUA, 1986) 
The Secret Life of Pets (EUA, 2016) 
Louise en hiver (França, 2016) 
La Jeune Fille sans mains (França, 2016) 
La Tortue Rouge (França, 2016)
Belladonna (Japão, 1973)

The Iron Giant (EUA, 1999)
Belladonna (Japão, 1973)

Le Vilain petit canard (Rússia, 2010) 

The Secret Life of Pets (EUA, 2016) 

An American Tail (Fievel) (EUA, 1986) 

A Bela Adormecida (EUA, 1959) 

Louise en hiver (França, 2016)

La Jeune Fille sans mains (França, 2016) 

La Tortue Rouge (França, 2016) 

O Rapaz e o Monstro (Japão, 2015)

Sem comentários:

Enviar um comentário