Leitura: Symposium (Muriel Spark, 1990)

A história de Symposium (1990), ou Le banquet na edição francesa de 1991, centra-se num jantar em que os convivas pertencem à alta classe britânica, milionários mais ou menos cultos, com ou sem título aristocrático. Enquanto jantam a convite de um casal, um bando de gatunos informados pelos empregados domésticos dos ricos, assaltam a casa de um dos convivas e assassinam a mãe de um deles. O retrato deste grupo social é dado com o humor e a ironia habituais de Muriel Spark, uma escritora escocesa que nunca me decepcionou.
"Elle fut si transportée par la célèbre Assomption des Frari que William faillit la supplier de ne pas léviter"
"Ah! le gay mélancolique... mais il est très utile dans un dîner, représenta-t-elle. On peut le mettre à côté d'un arbre: il lui fera la conversation"
Mas neste romance o sobrenatural tem um papel importante através de duas personagens e das peripécias que eles suscitam: o louco Magnus e a sua sobrinha Margaret, que se encontram associados a vários assassinatos. Os romances de Muriel Spark são sempre surpreendentes, mesmo quando trilham caminhos batidos (policial, sobrenatural, comédia da aristocracia) estes são declinados de forma original. Morro de S. Paulo 4/5

Sem comentários:

Enviar um comentário