Teatro: As árvores morrem de pé (Alejandro Casona, 1949)


Que bela oportunidade para ver grandes atores portugueses numa peça escrita para fazer brilhar os atores! As árvores morrem de pé, de Alejandro Casona, consagrou em tempos Palmira Bastos (RTP, 1966). Agora, numa nova encenação de Filipe la Feria, no Teatro Politeama, em Lisboa, brilham Eunice Muñoz/Manuela Maria, Ruy de Carvalho/João D’Ávila, Maria João Abreu, Carlos Paulo, entre outros. 3/5

Sem comentários:

Enviar um comentário