John Guillermin: I Was Monty's Double (1958)

Desconhecia a existência deste filme e os nomes envolvidos na sua produção pouco me dizem. No entanto trata-se de um filme notável, que merecia ser reposto nas salas e celebrado como um filme representativo da boa saúde da indústria britânica dos anos 50. Não é cinema de autor, o que explica um pouco o seu esquecimento entre os cinéfilos, é um filme que assenta sobretudo no argumento brilhante de Bryan Forbes (que adapta a autobiografia de M. E. Clifton James) e no trabalho de grandes atores (John Mills, Cecil Parker, Michael Hordern). Durante a segunda guerra mundial, um ator pouco conhecido é convidado para ser o sósia do general Montgomery. A sua missão é atrair a atenção dos alemães para o norte de Africa, para que os Aliados pudessem invadir a Normandia com a vantagem do efeito surpresa. O filme mostra, com muito humor, o périplo do falso general, que para enganar os alemães, tem de enganar os seus próprios soldados e os militares dos países aliados. Uma boa surpresa. Paris 4/5

Sem comentários:

Enviar um comentário