TV: Pipi das Meias Altas (Suécia, 1969)

Não é só por nostalgia que se vê hoje esta série que marcou muitos miúdos da minha geração. Pipi das Meias Altas (Portugal), série sueca de 1969 que adapta três livros de Astrid Lindgren (editados pela Difel em 2007!), continua a garantir boa disposição através de uma personagem com um físico incomparável: muito sardenta, ruiva e com umas tranças sempre elevadas. Ela vive sozinha, tem um tesouro em casa e animais como os seus melhores amigos. Atrai as outras crianças para o seu mundo de fantasia e alegria. Muito bom. 4/5

Sem comentários:

Enviar um comentário